5 Coisas que cada pai deve fazer
Estou zangado com Deus
 

Prejudicaram-te, feriram-te, enganaram-te e estás com raiva de Deus.
 

Qualquer coisa negativa que tenha acontecido na tua vida pode fazer com que sintas que Deus não se importa – ou perguntes por que é que Ele não interveio quando deveria. Como é que podes confiar nEle? Não deveria Ele amar-te? Talvez nem tenhas certeza de que Ele existe.
 

Não é mau questionar as provações que tu ou alguém que amas está a passar. Ao longo da história, as pessoas têm-se esforçado por entender por que essas coisas acontecem. Até mesmo pessoas da Bíblia como o rei Davi, Moisés e Habacuque não hesitaram em dizer a Deus como se sentiam.
 

Davi escreveu no Salmo 89:46: “Até quando, Senhor? Esconder-te-ás para sempre? arderá a tua ira como fogo?” O Profeta Habacuque gritou: “Até quando, Senhor, clamarei eu, e tu não me escutarás? gritarei: Violência! e não salvarás?” (Habacuque 1:2). Moisés, enquanto liderava um grupo de pessoas queixosas para a Terra Prometida, disse a Deus: “Por que fizeste mal a teu servo, e por que não achei graça aos teus olhos?” (Números 11:11).
 

Essas grandes figuras bíblicas não eram imunes ao sofrimento e sentimentos de injustiça. Eram honestos acerca dos seus sentimentos, mas também reconheciam que Deus é santo e que os Seus caminhos estão acima dos nossos (Isaías 55:8).
 

Há uma diferença entre lutar com perguntas e rebeldia desafiadora contra Deus – entre expressar-Lhe a nossa raiva e ficar com raiva de Deus. A primeira é perfeitamente normal e até saudável; a segunda não é.
 

Como pessoas imperfeitas e finitas que somos, não nos compete ficar com raiva de um Deus todo-poderoso. Ele vê o quadro geral; nós não. Ele mantém o mundo em equilíbrio; nós não. Então, que direito temos de desaprovar o que Ele permite?
 

Deus não criou o mal e não está disposto a prejudicar-te. Tudo o que estás a viver não é um ataque pessoal de Deus, mas resultado do mal e da injustiça do mundo, ou então Deus a refinar a tua vida para te fortalecer por causa do Seu amor por ti.
 

A raiva é uma reação legitima perante as dificuldades, mas, quando deixada sem controle, pode levar à hostilidade ou amargura e roer de dentro para fora. É por isso que a Bíblia diz em Efésios 4:26: “Irai-vos, e não pequeis” – porque quando damos espaço à raiva, ela pode degenerar em todo o tipo de pensamentos e ações negativas.
 

O fardo que carregas, o problema que enfrentas, a aflição incontornável – podem ser dolorosos, esmagadores e frustrantes. Seja o que for, não há nenhum mal em falar com Deus sobre isso. De fato, Ele já sabe! Somente certifica-te de que não estás a direcionar a tua raiva para Aquele que te ama e quer ajudar-te a superar isso.
 

Não deixes que a raiva te afaste de Deus. Descubre hoje a profundidade do Seu amor por ti.
 

1. Deus ama-te e tem um propósito para ti!

A Bíblia diz: “Deus amou de tal modo o mundo que entregou o seu Filho único [Jesus Cristo], para que todo o que nele crer não se perca, mas tenha a vida eterna.” (Evangelho de João 3:16)

Jesus disse: “… eu vim para dar vida, e com abundância.” (João 10:10) — uma vida completa e com um propósito.
Mas há um problema:

 

2. O Homem é pecador e está separado de Deus

Todos fizemos, pensamos ou dissemos coisas erradas, a que a Bíblia chama “pecado”. A Bíblia diz: “Todos pecaram e estão privados da glória de Deus.” (Romanos 3:23). O resultado do pecado é a morte, a separação espiritual de Deus (Romanos 6:23).

As boas notícias são:

 

3. Deus enviou o seu Filho para morrer pelos teus pecados!

Jesus morreu no nosso lugar para que pudéssemos viver com Ele eternamente.
“Mas Deus prova o seu amor para connosco em que Cristo morreu por nós, sendo nós ainda pecadores.” (Romanos 5:8).
Mas a Sua morte na cruz não foi o fim. Ele ressuscitou e está vivo hoje! “Cristo morreu pelos nossos pecados,… foi sepultado, e três dias depois ressuscitou dos mortos, conforme as Escrituras.” (1 Coríntios 15:3-4).

Jesus é o único caminho para Deus. Ele disse, “Eu sou o caminho, a verdade e a vida. Ninguém vem ao Pai, a não ser por mim” (João 14:6).

 

4. Queres receber o perdão de Deus?

Não podemos ganhar a salvação; somos salvos pela graça de Deus quando colocamos a nossa fé no Seu Filho, Jesus Cristo. Tudo o que precisas fazer é admitir que és um pecador, crer que Cristo morreu pelos teus pecados, e pedir o Seu perdão.

Ele conhece-te e ama-te. Para Ele importa a atitude do teu coração e a tua honestidade. Sugerimos-te que faças uma oração como esta para receber Jesus como teu Salvador:

 

ORA AGORA

Senhor Jesus,

Arrependo-me dos meus pecados e peço que me perdoes.
Creio que morreste na cruz por mim e ressuscitaste dos mortos.
Confio em ti e recebo-te como meu Senhor e Salvador.
Guia a minha vida e ajuda-me a fazer a tua vontade.
Em teu nome, Amém.

Fizeste esta oração?

Sim, fiz esta oração Não, mas tenho perguntas